Do Sulco ao Bit

Encontros musicais

Série de cinco encontros mensais realizados no Oi Futuro para debater alguns subperíodos importantes da história da música brasileira. A cada edição, um novo tema do universo sonoro foi explorado sob a ótica de especialistas e pesquisadores da área, acompanhados por uma atração musical especial. Mediação João Carino.

Programação completa:

1ª Edição


Hugo Sukman e Fred Coelho + Alfredo Del Penho 

O primeiro encontro reuniu o conhecimento de dois pensadores da música brasileira: Fred Coelho e Hugo Sukman. A dupla revisitou a história de todas as mídias, desde a chegada do disco ao país. O cantor e compositor Alfredo Del Penho fez uma participação especial, ilustrando trechos de músicas que marcaram todo esse período, até hoje, com a força da Internet e a circulação sonora através do download.

 2ª Edição


Nei Lopes e Ruy Castro + Soraya Ravenle, Zé Paulo Becker e Oscar Bolão

No segundo encontro, Nei Lopes e Ruy Castro esmiuçarem a história do samba, que, na verdade, se confunde com a história brasileira. A dupla discutiu a formação do samba, com os seus principais personagens e gêneros irmãos, como samba-choro, samba de breque e o samba-canção, o mais próximo da bossa nova. Sucessos de João Gilberto, Garoto, Valzinho, Custódio Mesquita e o genial compositor Tom Jobim estiveram no set list da cantora Soraya Ravenle, acompanhada pelo violonista Zé Paulo Becker e o baterista Oscar Bolão.

 3ª Edição


Carlos Sandroni e Silvio Essinger + Pedro Paulo Malta e DJ Sany Pitbull.

O maxixe sofreu lá atrás o mesmo preconceito e proibição que o funk sofre hoje. Esse foi o ponto de partida do debate entre pesquisador Carlos Sandroni e o jornalista Silvio Essinger. Neste encontro, os dois especialistas destrincharam a biografia dos polêmicos gêneros. O cantor e pesquisador Pedro Paulo Malta levantou a bandeira do maxixe, junto com o DJ Sany Pitbull, rei dos bailes funks.

4ª Edição


Henrique Cazes e Cláudia Assef + Época de Ouro e DJ João Fernando

Os palestrantes Henrique Cazes e Cláudia Assef rebobinaram a história do choro, um gênero tocado com instrumentos acústicos, nascido no Rio de Janeiro há cerca de 150 anos, influenciado pela polca e pela valsa europeias. A música eletrônica segue um caminho paralelo, com forte influência alienígena, executada com instrumentos elétricos, especialmente com teclados. O encontro tratou de suas tendências, da introdução de instrumentos acústicos e da mistura com a música brasileira que faz sucesso. O tradicional conjunto Época de Ouro, criado pelo célebre Jacob do Bandolim, interpretou clássicos do gênero ao lado das carrapetas do DJ João Fernando.

5ª Edição

Com Fernando Mansur e Rose Marie Santini + Nina Wirtti e duo

Para falar sobre a história do rádio que desemboca no mundo virtual em que vivemos foram convidados o radialista Fernando Mansur e a comunicóloga e escritora Rose Marie Santini. A cantora Nina Wirtti levou o público de volta aos tempos áureos do rádio, apresentando os principais sucessos por ele consagrados desde 1930.

Ficha Técnica
Curadoria e Mediação: João Carino
Direção de Produção: Luiza Carino
Produção Executiva: Catarina Dall'orto
Direção de Palco: Azul Smith
Revisão ortográfica: Gloria Carvalho
Fotógrafa: Alline Ourique
Programação visual: B+M Comunicação
Assessoria de Imprensa: Mônica Ramalho e Leo Caldeira
Assistentes de Produção: Gabriel Ávila e Igor Cabral
Assistente de Comunicação: Júlia da Matta
Coordenador de Pesquisa: Rafael Araújo
Assistente de Pesquisa: Samuel Hamilton
Estagiário Administrativo: Arthur Henriques
Produção: IMMuB e Muriqui Cultural
Realização: Oi Futuro
Patrocínio: Oi e Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro

Agradecimentos
Bianca Damasceno, Julia Carino, Gian Ciminelli, Dora Carino Ciminelli, Alan Bertoni, Vinícius Morais

Agradecemos especialmente à Marilda Ormy, Marcos Teixeira e João Monteiro pela participação na concepção original.

Veja também

Aline Lessa investe no pop confessional em “Hoje falo…

por Tárik de Souza

George Israel no “EP Agora!”, pós Kid Abelha

por Tárik de Souza

A incrível trajetória do Falamansa, escalado para…

por Tárik de Souza

Rodrigo Faour entrevista Leci Brandão