Samba na Serrinha - Edição Especial
Edição especial, na Arena Carioca Fernando Torres, em Madureira

sexta, 25 de janeiro de 2019

Compartilhar:

Muito samba, ritmos intensos, pulsantes e misturados à urbanidade dos pancadões dos bailes funks e mini shorts que “umbigam” nas rodas de jongo, mas também a serenidade do verde rural muito presente na comunidade. Este é o morro da Serrinha. Em 2014, a brilhante ideia do músico e produtor cultural João da Serrinha fez nascer uma roda de samba no berço onde se consagraram os mais bambas do mundo do samba. Terra de sambista e de jongueiro, de mestre Darcy e Roberto Ribeiro, de Silas de Oliveira, Mano Décio da Viola, Mestre Aniceto, Dona Ivone Lara nossa são tantos!

A “Roda de Samba na Serrinha” nasceu com o intuito de perpetuar os ensinamentos que os mais velhos deixaram, ela foi pensada para acontecer semi-acústica - somente harmonia e surdo ligados, porque o importante é ouvir o povo cantar. Nosso repertório é basicamente de sambas locais, ou seja, imperianos e serranos, assim exaltando o Império Serrano e a Serrinha, levando para a roda músicas não tão comuns com intuito das mesmas ganharem destaque e assim ficar na boca do povo e até entrar no repertório de outras rodas de samba.

Começamos o “Samba na Serrinha” em um lugar muito simbólico, o “Largo dos Meninos” - local onde antigamente aconteciam as reuniões dos sambistas, as rodas de jongo, as ladainhas e procissões. Em 2015, a roda muda de endereço para o “Quilombinho do Jongo da Serrinha” - na rua Balaiada, lugar também muito importante para a construção da história do Império Serrano e da própria Serrinha. A roda estava a nada mais nada menos do que: duas casas abaixo de onde nasceu o GRESIS, e duas casas acima do terreiro de umbanda da primeira filha de santo de Vovó Maria Joana. É ou não é um lugar cheio de axé? És encontrada nova morada até a inauguração da Casa do Jongo onde estamos hoje.

O samba na Serrinha acontece todo último domingo de cada mês na Rua Compositor Silas de Oliveira 101, Madureira - Casa do Jongo, e é gratuito. Levando para dentro da comunidade cerca de 1200 pessoas de todas as partes do Rio de Janeiro. No final do samba abrimos uma grande roda de jongo, e o povo dançando no meio da roda. Após o jongo encerramos com a música Heróis da Liberdade cantada a capela por todas a pessoas ali presente, e de mãos dadas, em forma de oração. É uma energia impressionante! Só estando presente para sentir.

Músicos: 
João da Serrinha - surdo
Celso Marinho - Ganzá
Fernando Marcos - pandeiro
Leo Cerqueira - tantã
Marcão - tamborim
Wantuir Cardeal - Reco-Reco
Adauto Hermógenes - banjo
Valmir Cabeça - cavaquinho
Juninho Silva - violão


SERVIÇO:
Evento: SAMBA NA SERRINHA - EDIÇÃO ESPECIAL
Gênero: Samba
Data: Dia 27 de janeiro, Domingo
Horário: 14h
Local: Arena Carioca Fernando Torres
Endereço: Rua Bernardino de Andrade, 200 - Madureira, RJ
Valor do Ingresso:
Antecipado - R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada)
No dia do evento – R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia entrada)
Local de venda: Ingressos à venda ou retirada de senha gratuita na bilheteria de 3ª a domingo, das 15h às 18h, e em dias de evento das 15h às 20h, ou pela internet na plataforma riocultura.superingresso.com.br
Classificação: Livre
Duração: 240 minutos
Informações: arenafernandotorres@gmail.com ou (21) 3518-9669


Encaminhado por: Valéria Souza - Assessora de Imprensa
Fonte das imagens: Divulgação



Comentários

Divulgue seu lançamento