Tema do Mês

Os Destaques de 2021

terça, 09 de novembro de 2021

Compartilhar:

No penúltimo mês do ano, o IMMuB sempre traz como tema os artistas que foram destaque no ano. Seja com premiações em suas carreiras, seja com parcerias bastante inovadoras ou também com músicas que explodiram por todo país, os destaques de 2021 vão passar por aqui também!

Com a flexibilização cada vez maior da quarentena, alguns artistas começaram a retornar aos palcos gradativamente e a vida parece seguir rumos melhores que os do ano anterior. Além disso, outro destaque interessante foi o programa The Voice +, da Rede Globo, que reuniu veteranos da nossa música competindo e mostrando todo seu talento. Dentre alguns destaques do programa, podemos citar a cantora Cláudya, grande expoente da nossa música sobretudo nos anos 1970, e Zé Alexandre, campeão da primeira temporada que participou da clássica gravação de Bandolins ao lado de Oswaldo Montenegro. A final contou também com Dudu França.


Parcerias:

Todo ano somos surpreendidos com parcerias entre artistas que às vezes não esperávamos e acabam nos conquistando rapidamente. Em 2021 não foi diferente e tivemos alguns destaques interessantes. Aqui vão delas:

Anavitória + Rita Lee - Amarelo, Azul e Branco: principal destaque do álbum Cor, lançado em janeiro, a canção traz Rita Lee recitando versos de Simone de Beauvoir. O álbum conta também com uma participação de Lenine na última faixa, Lisboa.

Gal Costa - Nenhuma Dor: nesse álbum, lançado em fevereiro, a veteraníssima Gal traz regravações de grandes sucessos de sua carreira ao lado de vozes masculinas da nova geração como Silva, Criolo, Tim Bernardes e Rubel.

Martinho da Vila + Djonga: Era de Aquarius: lançado em julho, o single faz parte do próximo álbum de Martinho, Mistura Homogênea, ainda sem data de lançamento, mas que conta também com Unidos e Misturados, dueto ao lado de Teresa Cristina.

Pedro Luís + Késia + Caio Prado - Caio no Suingue: lançado em agosto, o single é uma regravação da canção originalmente cantada por Pedro Luis e A Parede em 1997.

Jards Macalé + João Donato - Síntese do Lance: quando dois artistas já consagrados na música brasileira se reúnem em um álbum não tem como esperar algo ruim, não é mesmo? Lançado em outubro, conta com uma capa bastante divertida e faixas extremamente deliciosas de escutar.


Sucessos:

Entre singles e álbuns, tivemos no universo do funk e pop velhos conhecidos lançando hits que marcaram 2021: Anitta, com Girl From Rio, deu o que falar no fim de abril, e Pabllo Vittar, com Batidão Tropical, também merece destaque. Porém, um dos principais nomes do ano foi o da debutante Marina Sena com De Primeira, que lançou seu primeiro álbum em agosto e já é considerada por muitos como a revelação do ano.

O sertanejo mais um ano mostrou sua força. Gusttavo Lima com Ficha Limpa e Luan Santana com Morena competiram assiduamente pelo topo do ranking nas rádios. Israel e Rodolffo, com Batom de Cereja, figurou entre as músicas mais tocadas do ano no Spotify e se tornou a música de maior sucesso no primeiro semestre de 2021.

E como não falar do piseiro de João Gomes e Os Barões da Pisadinha? Sucessos como Meu Pedaço de Pecado e Recairei explodiram por diversas rádios e os artistas já concorrem a diversos prêmios importantes na nossa música, como o Grammy Latino e o Prêmio Multishow.


Outros Lançamentos:

Além de parcerias e outros hits de sucesso, tivemos também lançamentos expressivos na nossa música. Na cena contemporânea, chamou atenção o primeiro álbum solo da cantora Liniker, Indigo Borboleta Anil, com destaque para faixas como Baby 95 e Vitoriosa. Além dela, em se tratando de primeiro álbum, tivemos as cantoras Majur e Jadsa também debutando com os álbuns Ojunifé e Olho de Vidro.

Enquanto uns debutam, outros voltam à cena depois de deixarem o público esperando durante anos por um lançamento. É o caso de Meu Coco, de Caetano Veloso, o primeiro álbum de inéditas do artista depois de quase 1 década. É o quase o mesmo tempo de espera para Portas, de Marisa Monte, e Change, single lançado pela famosa dupla Rita Lee e Roberto de Carvalho.

Delta Estácio Blues, de Juçara Marçal, Sou Assim Até Mudar, de Mart’nália, e Noturno, de Maria Bethânia, também chamaram atenção, assim como Aldir Blanc Inédito, redescobrindo a obra do letrista que completaria 75 anos em 2021.


Os Artistas Premiados:

E quais foram os artistas mais premiados em 2021? Temos uma série de prêmios nacionais e até internacionais prestigiando os artistas que mais se destacaram ao longo do ano ou desde o ano passado.

Caetano Veloso, além de ter ganho o Prêmio APCA com Melhor Live no início do ano, concorre também ao Grammy Latino em Melhor Gravação ao lado de Tom Veloso.

Anavitória, Duda Beat, Anitta e Marina Sena também são grandes destaques femininos na nossa música esse ano, disputando diversas categorias em premiações importantes como o Grammy Latino, Prêmio Multishow e WME Awards.


por Caio Andrade


Comentários

Divulgue seu lançamento