Supersônicas

Arismar depura a Flor do sal
Compositor lança álbum

sexta, 23 de junho de 2017

Compartilhar:

Fina camada de cristais de sal marinho alojada na superfície do oceano, que deve ser retirada de forma artesanal, “Flor do sal” (Maritaca) intitula o novo disco de Arismar do Espírito Santo.

São 14 faixas autorais do multinstrumentista (piano, baixo, guitarra, bateria, arranjos) nascido em Santos, num intenso diálogo com Léa Freire (flauta), Sérgio Coelho (trombone) e Cleber Almeida (percussão, bateria).

O eloquente baixista Thiago Espírito Santo (filho de Arismar) comparece à lírica homenagem “São Domingos Sanfoneiro”, pontuada pelo acordeon sensitivo de Mestrinho, discípulo do celebrado.

Não faltam humor e sagacidade aos temas instrumentais com eventual vocalize (Bia Goes, Elizabeth Wooley, Matu Miranda), de títulos provocadores como “Garoupa na garupa”, “Saci de crocs”, “Piscina de bolinhas”, “Chove no molhes”, “Cipó caboclo”, “Do nato do mato da nata da mata” e o drible conceitual, logo na abertura, com “A big band não veio”.

Fica implícito pela carnívora execução do quarteto que não fez falta! Como escreve Arismar no poético texto de apresentação, “Compor é dádiva, intuir é pensar nota, harmonizar é misturar tintas novas... sem perceber”. Ou ainda: “Baixista caiçara só pega onda grave; trilhar compartido dá tons de leveza...”

Próximos shows de lançamento no Teatro Anchieta, no SESC Consolação, em São Paulo (dia 3 de julho) e Sesc Campinas, dia 6.

Comentários

Divulgue seu lançamento