MPB com tudo dentro

60 anos de Bossa Nova - Faour entrevista Menescal, Carlos Lyra e Marcos Valle
PARTE 2

quinta, 30 de maio de 2019

Compartilhar:

“A Bossa Nova não é só outra maneira de fazer samba, mas sim uma forma de explorar vários ritmos, ela é democrática, se da bem com tudo”

A segunda parte da entrevista com Marcos Valle, Carlos Lyra e Roberto Menescal mostra como a bossa entrou na dança do bolero, reformulou as batidas do jazz e fez até com que o morro descesse pro asfalto da classe média Carioca. Agora o tema das canções não se restringiria somente à "Garota de Ipanema", pois o povo todo agora estava se reunindo no paraíso espiritual de “Aruanda”

Esse estouro da Bossa Nova entre os anos de 1958 a 1968 resultou em bons cultivos musicais que, até hoje, podemos colher seus frutos. Hoje temos a segunda música brasileira mais gravada pelo mundo sendo o “Samba de Verão” do swingado Valle. “O Barquinho” de Menescal navegou por tantos mares que a localização já se perdeu. E o abraço de Lyra agregou as temáticas sociais, religiosas e políticas, reformulando a bossa em um ato extraordinário. 

Assista ao MPB COM TUDO DENTRO e se delicie com os gênios da Bossa junto com Rodrigo Faour!



Quer relembrar a PARTE 1 desta entrevista?! CLIQUE AQUI!!


Comentários

Divulgue seu lançamento