[8° edição] Festival Levada 2019 (15, 16, 22 e 23 de agosto)
JosyAra (15/08) | Ronei Jorge (16/08) | Delia Fischer (22/08 e 23/08)

segunda, 12 de agosto de 2019

Compartilhar:

Desde 2012, já passaram pelo Festival Levada exatos 100 artistas de todas as regiões do país, a maioria lançando álbuns ou brilhando pela primeira vez no Rio de Janeiro. Cada atração subiu ao palco em duas noites seguidas, o que significam 200 shows produzidos especialmente para o nosso público, sempre atento aos novos sons brasileiros. E, assim, os primeiros discos de Baiana System, Metá Metá, Carne Doce, Ian Ramil e Letrux, entre muitos outros, foram descobertos por quem os acompanha – e não é pouca gente: cerca de 15 mil pessoas!

Tanto é que, ano passado, o Festival Levada cresceu: foram 12 atrações espalhadas por três palcos na cidade. Na sétima edição, bandas e cantores que tem tudo para estourar ocuparam o Teatro Ipanema; o Teatro SESI, no Centro; e o Centro da Música Carioca, na Tijuca. Dessa forma, o festival abriu na Zona Sul, passeou pelo Centro e arrematou na Zona Norte, um desejo antigo do idealizador, Julio Zucca.

Sempre com os holofotes nos artistas independentes com carreiras em forte ascensão pelo Brasil, o Festival Levada é um projeto bonito que amamos fazer, com patrocínio da Oi, por meio da Lei Municipal de Incentivo do Rio de Janeiro, apoio do Oi Futuro e realização da Zucca Produções.

E este ano tem mais na 8° edição do Festival!


>> Confira a programação abaixo <<



[15/08] FESTIVAL LEVADA apresenta JosyAra | Lançamento do disco "Mansa Fúria":

A cantora e compositora Josyara apresenta show do seu disco "Mansa Fúria", lançado em 2018 pelo edital da Natura Musical e produzido por Junix (BaianaSystem). O álbum traz um retrato da cantora, compositora e violonista baiana em seu percurso sertão/litoral/metrópole. Nascida em Juazeiro no interior da Bahia, Josyara traz em suas composições um olhar sensível sobre seu cotidiano e sua história, embaladas por um violão percussivo e potente. Em Mansa Fúria ela escancara sua versatilidade trazendo uma voz e violão que dialogam perfeitamente com texturas eletrônicas.

Em suas letras, algumas figuras têm presença forte: as frutas locais como a pinha, carambola, umbu, o árido sertão de sua terra natal, o encontro com o mar na capital soteropolitana, Yemanjá, Nanã.

Josyara é acompanhada no palco por Lucas Martins (baixo, samplers e teclado) e Bruno Marques (bateria e percussão).

SOBRE JOSYARA:

Josyara lançou em 2018 seu 2º disco, Mansa Fúria. O disco traz um retrato da cantora, compositora e violonista baiana em seu percurso sertão/litoral/metrópole. Nascida em Juazeiro no interior da Bahia, Josyara traz em suas composições um olhar sensível sobre seu cotidiano e sua história, embaladas por um violão percussivo e potente.

FICHA TÉCNICA:
Josyara - Voz e Violão 
Lucas Martins - Baixo, Teclados e samplers 
Bruno Marques - Bateria e Percussão 
Rafaela Prestes - PA 
Ane Oliveira - Produção de Campo 
Silvana Ramalhete - Produção Executiva 

LINKS:
Disco completo Youtube 
Spotify
Facebook
Instagram
Canal Youtube
BMS 2019 ao vivo



[15/08] SERVIÇO | SHOW JOSYARA (BA):
Show: JosyAra | Lançamento do disco "Mansa Fúria"
Data: 15 de agosto, Quinta
Horário: às 20h
Local: Centro da Música Carioca Artur da Távola
Endereço: Rua Conde de Bonfim, 824 - Tijuca, Rio de Janeiro - RJ
Ingressos: R$ 20,00 / R$ 10,00 (para todos os que se encaixam na Lei prevista de meia: estudantes, idosos, deficientes, menores de 21, professores do Município do RJ).
*Apenas na bilheteria do teatro.
**Horário de funcionamento da bilheteria: quarta-feira a sábado das 14 às 20h e domingos das 14h às 17h. 
***A bilheteria aceita somente pagamento em DINHEIRO.
Capacidade: 159 + 2 (cadeirantes) 




[16/08] FESTIVAL LEVADA apresenta Ronei Jorge | Lançamento do álbum "Entrevista":

“Entrevista”, incluído nas listas da Rolling Stone Brasil e da Bravo! entre os melhores de 2018, é o primeiro disco solo do cantor e compositor Ronei Jorge, um dos mais respeitados nomes da música pop contemporânea da Bahia. Com 10 faixas autorais, o álbum, com produção musical de Pedro Sá, tem sonoridade oscilante entre vigor e sutileza, subversão e encantamento, explorando facetas diversas da música popular brasileira e criando uma obra de assinatura marcante. Surgem molduras de frevo, samba, xote, ainda que as músicas não se pareçam de cara com nenhum desses gêneros. Canções para cantar junto, emocionar e causar estranhamento. Cheias de encontros, arestas e contradições. Se evidenciam os vocais das instrumentistas Aline Falcão (teclado, piano e sanfona) e Carla Suzart (baixo), que dividem protagonismo com a voz de Ronei, lembrando uma atmosfera de conjuntos da década de 1970, numa convivência harmônica entre tradições e atualidades. Maurício Pedrão (bateria) e Ian Cardoso (guitarra) completam a banda, batizada de Dziga Tupi, que constrói coletivamente os arranjos do disco junto com o artista. Na turnê desde o lançamento em junho passado, Carla Suzart é substituída por Taciano Vasconcelos, no baixo, e Luisa Muricy, na voz.

SOBRE RONEI JORGE:

Cantor e compositor baiano, Ronei Jorge é representante de um sólido movimento independente que mantém a Bahia como uma referência inventiva e frutífera para a cena nacional. Em mais de 20 anos de carreira, consagrou suas canções à frente de bandas, projetos artísticos, trilhas para teatro e cinema, diversos festivais e shows em todo o Brasil, conquistando público fiel e reconhecimento da crítica especializada. Iniciou sua carreira nos anos 1990, com as bandas de rock Mutter Marie e Saci Tric – com esta última, lançou, em 1997, seu primeiro CD demo com faixas autorais e também o disco “Saci Tric Ao Vivo No Theatro XVIII”. De 2003 a 2010, esteve à frente da banda Ronei Jorge os Ladrões de Bicicleta, que gravou de maneira independente um álbum homônimo (2005), com produção de Luiz Brasil, e “Frascos, Comprimidos, Compressas” (2009), produzido por Pedro Sá, através do programa Petrobras Cultural e considerado um dos melhores discos daquele ano em listas como a da revista Rolling Stone. Com eles, Ronei passou por festivais como MADA, Goiânia Noise, Festival de Verão de Salvador, Circuito Cultural Banco do Brasil e duas etapas do Claro que É Rock. Em 2013, Ronei Jorge, o músico, arranjador e produtor João Milet Meirelles e a artista visual Lia Cunha formaram o Tropical Selvagem, um projeto híbrido de música e artes visuais, que lançou o EP “Tropical Selvagem”, em 2015. Em 2018, Ronei se reinventou numa nova estreia, com o trabalho solo “Entrevista”, também com produção de Pedro Sá.



[16/08] SERVIÇO | SHOW RONEI JORGE (BA):
Show: Ronei Jorge | Lançamento do álbum Entrevista
Data: 16 de agosto, Sexta
Horário: às 20h
Local: Centro da Música Carioca Artur da Távola
Endereço: Rua Conde de Bonfim, 824 - Tijuca, Rio de Janeiro - RJ
Ingressos: R$ 20,00 / R$ 10,00 (para todos os que se encaixam na Lei prevista de meia: estudantes, idosos, deficientes, menores de 21, professores do Município do RJ).
*Apenas na bilheteria do teatro.
**Horário de funcionamento da bilheteria: quarta-feira a sábado das 14 às 20h e domingos das 14h às 17h. 
***A bilheteria aceita somente pagamento em DINHEIRO.
Capacidade: 159 + 2 (cadeirantes) 



[22/08] FESTIVAL LEVADA apresenta DELIA FISCHER | Lançamento do álbum "Tempo Mínimo":

A cantora, compositora, pianista, diretora musical carioca Delia Fischer, celebra 30 anos de carreira e lança seu novo álbum "Tempo Mínimo". No palco pilotando os teclados em companhia de seu filho Antonio Fischer-Band (teclados, guitarra, bateria e loops) e de seu marido Matias Correa (chapman stick, voz e baixo vocal) mostra um repertório autoral e algumas recriações. Mostra “Mercado”, canção em parceria com Thiago Picchi, premiada em NY no 16o IMA. 

Apresenta também canções que trabalhou para os musicais em que foi diretora musical e que passaram a compor a sua história como intérprete e arranjadora, de Milton Nascimento e dos Beatles.

Ao vivo ela explora as sonoridades eletrônicas, as texturas instrumentais de cada uma das músicas e as harmonias complexas, tudo com uma simplicidade aparente, o que coloca sua música no caminho da pós-bossa, do futuro da MPB, e realça o aspecto caleidoscópico do radar artístico de Delia Fischer.



[22/08 e 23/08] SERVIÇO | SHOW DELIA FISCHER (RJ):
Show: Delia Fischer | Lançamento do álbum "Tempo Mínimo"
Data: 22 e 23 de agosto, Quinta e Sexta
Horário: às 20h
Local: Centro da Música Carioca Artur da Távola
Endereço: Rua Conde de Bonfim, 824 - Tijuca, Rio de Janeiro - RJ
Ingressos: R$ 20,00 / R$ 10,00 (para todos os que se encaixam na Lei prevista de meia: estudantes, idosos, deficientes, menores de 21, professores do Município do RJ).
*Apenas na bilheteria do teatro.
**Horário de funcionamento da bilheteria: quarta-feira a sábado das 14 às 20h e domingos das 14h às 17h. 
***A bilheteria aceita somente pagamento em DINHEIRO.
Capacidade: 159 + 2 (cadeirantes) 




FESTIVAL LEVADA | PATROCÍNIO:
Prefeitura do Rio de Janeiro
Secretaria Municipal de Cultura
Lei Municipal de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro – Lei do ISS e Oi 
Apoio: Oi Futuro 
Realização: Zucca Produções


Encaminhado por: Assessoria de Imprensa Festival Levada
Fonte da imagem: Divulgação

Comentários

Divulgue seu lançamento