Ponteio

A saudade que nos deixou 2021

quarta, 05 de janeiro de 2022

Compartilhar:

A cada fim de ano é comum vermos nos meios de comunicação uma retrospectiva de como foram os últimos 12 meses. 2021 não foi diferente. Seguimos mais um ano um tanto quanto atípico sobrevivendo em meio ao caos da pandemia e de tantas outras notícias que assolaram o povo brasileiro.

Na música, o ano que passou nos trouxe boas novidades musicais (que você pode acompanhar  aqui no site do IMMuB), mas também nos trouxe perdas bastantes significativas em todos os gêneros e segmentos. 

Começamos o ano perdendo o carismático e irreverente Genival Lacerda logo no sétimo dia.  Um ícone da melhor música que se faz no Nordeste que a Covid-19 levou. A mesma Covid que levou Zezinho Correa, líder do grupo Carrapicho, que apresentou ao país, em meados dos anos 90, as belas toadas do festival folclórico de Parintins. 

Se formos falarmos apenas naqueles vitimados pela Covid, a lista se estende a outros nomes: Agnaldo Timóteo, Izael Caldeira (integrante do longevo grupo Demônios da Garoa) e Nelson Sargento, sambista espetacular e presidente da honra da Mangueira. 

Por falar em carnaval, a Portela também perdeu, neste ano, o seu presidente de honra: Hildemar Nunes, o Monarco, mais antigo integrante da sua afamada Velha Guarda e compositor do grande samba “Coração em desalinho”. Ainda nesse segmento, não podemos esquecer da partida do ótimo Dominguinhos do Estácio, uma das mais lindas vozes que passou na Sapucaí, falecido em maio.

O ano de 2021 também reservou duras perdas para a black music brasileira: Cassiano, pioneiro da soul music, e autor de hits que ganharam sua voz e a de Tim Maia, partiu em maio e o guitarreiro Luis Vagner, um dos pais do samba rock brasileiro com swing e balanço inconfundíveis, alguns dias depois silenciou de vez sua guitarra.

E o fim do ano ainda trouxe mais duas perdas: Nelson Freire, um gênio da música instrumental, e Marília Mendonça, a mais popular cantora sertaneja do país em um trágico acidente de avião. Pois, para que a memória de cada um se perpetue para sempre, o Ponteio deste mês relembra todos estes! Basta você acessar o link abaixo! Boa audição! 



Comentários

Divulgue seu lançamento