Cultura

Darcy Ribeiro ganha Edital pelo seu centenário

quarta, 16 de novembro de 2022

Compartilhar:

O edital “100 anos Darcy Ribeiro” foi lançado no dia 26 de outubro, quando se comemora o centenário de nascimento do antropólogo, historiador, sociólogo, escritor e político brasileiro, que viveu entre 1922 e 1997. Realizado pela Muriqui Cultural, em coprodução com a Zucca Produções, apoio do Oi Futuro e patrocínio da Oi com uso da Lei Estadual de Incentivo à Cultura – Lei do ICMS, o edital prevê a distribuição de cinco prêmios no valor, cada um, de R$ 50 mil, totalizando R$ 250 mil distribuídos para empreendedores culturais do Estado do Rio de Janeiro. Patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

O lançamento foi realizado na na Biblioteca Parque Estadual, junto com a abertura da exposição “Darcy Ribeiro: dos Kadiwéu ao Quarup”, com curadoria do antropólogo, fotógrafo e pesquisador Milton Guran. A mostra teve curtíssima temporada, só até 8 de novembro, e contou com monitores habilitados em LIBRAS, todo o conteúdo escrito da exposição sob a forma de texto falado e LIBRAS, além de audiodescrição dos espaços. Além disso, o teatro disponibiliza elevador e banheiros adaptados.

“Ao criar esse edital, imediatamente pensamos nas múltiplas vertentes de um brasileiro com tantas contribuições para o país. O que ressaltar: O antropólogo que lutava pela preservação da cultura indígena? O educador que sonhava com uma educação universal, de alta qualidade e acessível a todos? O político com tantas realizações na área da educação e da cultura? O escritor imortal que discutia questões profundas do Brasil e seus pares? Diante de tanta abrangência, consideramos que o projeto deveria, prioritariamente, deixar essa decisão para outros realizadores, distribuindo prêmios em um edital para produtores culturais do Estado do RJ inscreverem projetos sobre Darcy em qualquer área e formato", explica o coprodutor Julio Zucca, da Zucca Produções.

Ao mesmo tempo, Zucca e Luiza Carino, da Muriqui Cultural, decidiram lembrar dos primeiros passos do jovem antropólogo que estudou o povo indígena Kadiwéu, com uma exposição audiovisual imersiva inédita e, ainda, realizar um ciclo de debates sobre as ideias dele na Educação. "Acreditamos que Darcy gostaria de receber essa homenagem, variada como a sua obra”, completa Luiza.


Inscrições até 27 de novembro

As inscrições seguem até o dia 27 de novembro. O importante é que a proposta tenha ligação com a vida e/ou com a obra de Darcy Ribeiro. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site www.100anosdarcyribeiro.com.br. Em caso de dúvidas, os candidatos podem escrever uma mensagem para o e-mail: 100anosdarcyribeiro@gmail.com

Podem participar pessoas jurídicas (associações, MEI, sociedades, fundações e empresas individuais de responsabilidade limitada), com ou sem fins lucrativos, que desenvolvam atividades artístico-culturais. As propostas podem ser inscritas para gerar qualquer tipo de produto – livros, filmes, sites, álbuns musicais, vídeos, intervenções artísticas, podcasts, entre outros – ou evento cultural, como exposições, feiras, seminários, simpósios e espetáculos presenciais ao vivo. Serão aceitos também projetos de pesquisa, desde que o resultado seja disponibilizado gratuitamente ao público. As produtoras contempladas terão seis meses para realizarem suas propostas e disponibilizarem-na para o público.

O projeto “100 anos Darcy Ribeiro” tem como objetivos: celebrar e marcar o centenário do genial personagem da história do Brasil recente; fomentar a produção cultural do Estado do Rio, com estímulo a produtores culturais de todo o estado fluminense; estimular pesquisas e realizações culturais sobre a importante obra e a vida de Darcy Ribeiro; proporcionar uma imersão em uma das culturas indígenas mais instigantes do Brasil; e promover um ciclo de palestras e debates sobre as ideias e atuações de Darcy no campo da educação.


Quem foi Darcy Ribeiro

Nascido no dia 26 de outubro de 1922, em Montes Claros, Minas Gerais, Darcy Ribeiro foi um dos mais importantes pensadores brasileiros. Sociólogo, antropólogo, educador, escritor e indigenista, defensor da causa indígena e da educação pública de qualidade.  Recebeu os títulos de Doutor Honoris Causa da Universidade Sorbonne, da Universidade de Copenhague, da Universidade do Uruguai e da Universidade de Brasília. Os estudos publicados em vasta produção bibliográfica são chaves para o entendimento da cultura indígena e da formação do povo brasileiro. Foi membro da Academia Brasileira de Letras, ocupando a cadeira no 11.

Como político, foi ministro de Educação e Cultura, Chefe do Gabinete Civil da Presidência da República, Vice-governador do RJ, senador, secretário de Cultura e secretário de Educação, ambos do RJ. Entre as suas realizações estão a criação do Museu do Índio, a participação fundamental na criação da Universidade de Brasília (UnB), da qual foi o primeiro reitor, a criação de um amplo projeto de educação em tempo integral no Rio de Janeiro (os CIEPS), os projetos do Sambódromo do Rio e do Memorial da América Latina em SP, a Universidade Estadual do Norte Fluminense, a fundação do Parque Nacional do Xingu e a criação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira (Lei 9394/96) – em vigor até hoje, da qual foi relator no Senado Federal.

Darcy Ribeiro faleceu em 17 de fevereiro de 1997, em Brasília, cidade onde exercia mandato como senador da República. E o centenário de seu nascimento é uma oportunidade para celebrar sua vida e sua obra, distribuindo recursos para que empreendedores culturais do estado pesquisem e realizem produtos e eventos culturais em sua homenagem, além de realizar uma exposição e debates sobre suas ideias em diferentes pontos da cidade. A intenção é contribuir para a preservação da memória de Darcy Ribeiro junto à população do Estado do RJ.


Serviço
Edital “100 anos Darcy Ribeiro”
Inscrições gratuitas no site www.100anosdarcyribeiro.com.br
Período: de 26 de outubro a 27 de novembro de 2022
Resultado final:  de 15 a 30 de dezembro de 2022
Local: Auditório Darcy Ribeiro, na Biblioteca Parque Estadual


Encaminhado por Sheila Gomes Assessoria de Imprensa


Comentários

Divulgue seu lançamento