Cultura

Embrulhador apresenta: Melhores da Música Brasileira 2019 por Ed Félix
Os 100 melhores discos nacionais de 2019

sábado, 08 de fevereiro de 2020

Compartilhar:

Compartilhar. Que verbo legal, não é mesmo? E mais legal ainda é ele ser empregado em algo que nos agrada. No Embrulhador, blog editado pelo jornalista Ed Félix, a regra é compartilhar sons, cenas, ideias, memórias, opinião.

Com um vasto leque de assuntos, surge uma nova façanha: dosar conteúdo aleatório e fazer com que o resultado final seja redondo, bem empacotado. Assim como no IMMuB, o site do Embrulhador traz novidades quentes do mundo da música, achados atraentes da sétima arte, sacadas que fazem rir, projetos de encher os olhos e a arte de gente que vive de arte. 

O projeto "MELHORES DA MÚSICA BRASILEIRA" é uma edição especial do site Embrulhador. Um espaço aberto para o que é produzido pelos artistas nacionais e merece destaque. Anualmente - e desde 2010 - são publicadas listas com os 100 melhores álbuns lançados no país. A seleção é feita pelo jornalista Ed Félix, que se dedica a ouvir o maior número possível de novos trabalhos e apresentar um balanço com o que de melhor acontece na nossa música.

Confira agora a lista dos "100 Melhores da Música Brasileira de 2019" (clique aqui)!



O IMMuB conseguiu uma entrevista exclusiva com o jornalista e editor do site Embrulhador. Confira abaixo!


IMMuB entrevista Ed Félix:

  • Como tudo começou:

No início dos anos 2010 eu criei um blog chamado Embrulhador. Era sobre vários temas, como cinema, fotografia, arte, criatividade e música. Com o passar dos anos, as listas de músicas que eu postava no blog ganharam tanta repercussão que eu criei um projeto novo só pra elas. Foi assim que surgiu o Melhores da Música Brasileira, um site separado do blog.

O projeto completou 10 anos agora. Foram publicadas dez listas com os 100 melhores discos nacionais de cada ano (confira aqui). A de 2019 é a última lista anual. Depois que eu parei com o Embrulhador, há alguns anos, agora é a vez do MMB chegar ao fim. Só falta eu lançar um resumo da década, que sai nos próximos meses.

Esse projeto me deu muitas alegrias, teve sua importância para muitos artistas e alcançou um público maravilhoso nesses dez anos. Eu preciso me dedicar a outros projetos a partir de agora, mas com certeza vou sentir falta disso tudo.



  • Sobre a amostra:

Você perguntou como os discos “chegam” até mim. Meu trabalho de pesquisa durante todos esses anos foi muito intenso. Eu realmente me dei a missão de procurar fundo, buscar artistas de todos os lugares possíveis, de todos os gêneros musicais. Depois que o MMB ganhou certa notoriedade, eu passei a receber muito conteúdo diretamente dos artistas, de produtores e das gravadoras, mas cerca de 70% da amostra continuou sendo por pesquisa mesmo.



  • Sobre a seleção:

Eu considero meu trabalho no MMB mais voltado para curadoria do que para crítica musical. Procurei ser o mais justo possível em todos esses anos, considerando alguns critérios importantes, como originalidade, conceitos, referências, letras, instrumentos, arte visual, etc. Mas claro que é uma seleção opinativa e depende do meu gosto pessoal. Como a amostra é muito grande, geralmente mais de mil discos por ano, o resultado é bem diversificado, com vários gêneros musicais na lista final de cem melhores. Do erudito ao popular, do rock ao forró, do tradicional ao experimental, tem de tudo.



  • Curiosidades:

Em 10 anos, entre 2010 e 2019, o projeto Melhores da Música Brasileira considerou 9.291 discos lançados por artistas brasileiros.

Vários artistas tiveram quatro discos entre os melhores ao longo da década, como Na Ozzetti, Emicida, Thiago Pethit, Lucas Santtana, Blubell, entre outros. O único com cinco discos é , que apareceu nas listas de 2011, 2012, 2014, 2016 e 2019.  

O MMB tem espaço exclusivo para a música instrumental. A lista anual de melhores instrumentistas é publicada desde 2014.



  • Importância da memória da música brasileira:

Eu fico numa alegria sem tamanho quando descubro um disco bom que foi lançado anos ou décadas atrás. Por mais que você conheça, por mais que pesquise, a música sempre tem gratas surpresas que surgem de onde a gente não imagina. Espero que quem estiver em 2063 ouvindo a música brasileira de hoje também tenha essa sensação. Que se surpreenda. Que consiga perceber o nosso mundo, a nossa beleza, nossas questões refletidas na música.


"Essa é a última lista anual do projeto Melhores da Música Brasileira. Dez anos de dedicação, curiosidade e pesquisa incessante. Deu muito trabalho ouvir centenas, milhares de lançamentos ano após ano. De coração aberto, fiz o possível para ressaltar o talento de grandes artistas do nosso país que ainda tinham muitos ouvidos para encontrar pelo caminho. Cansei do longo processo que envolve a produção desse projeto - ninguém é de ferro! -, mas fico feliz com tudo de bom que aconteceu até aqui. Prometo voltar em breve com um balanço da década. Espero que vocês não cansem de ir em busca de novos sons.", finaliza Ed Félix.


Saiba mais em: https://www.melhoresdamusicabrasileira.com.br/


Encaminhado por: Assessoria de Imprensa Embrulhador
Fonte da imagem: Divulgação


Comentários

Divulgue seu lançamento