Cultura

Memória Musical na Tela apresenta sessões gratuitas de filmes

terça, 30 de julho de 2019

Compartilhar:

Cinema e música. A dobradinha cultural é tema do “Memória Musical na Tela”, projeto que se propõe a exibir cinco filmes nacionais que pincelam a história da MPB no Museu de Arqueologia de Itaipu (MAI) e no Horto do Barreto

O público terá entrada franca nas sessões, finalizadas com uma prosa sobre o filme, destacando os principais artistas e aspectos do gênero musical em questão. O projeto vai ao encontro da missão do Instituto Memória Musical Brasileira (IMMuB), sediado em Niterói desde 2006, que é de pesquisa, preservação e promoção da Música Popular Brasileira

A seleção dos filmes e mediação com a plateia será feita por seu presidente, João Carino, radialista e pesquisador da música brasileira, com experiência em programas ao vivo com auditório.

O primeiro filme a ser exibido no projeto será “Gonzaga – de pai pra filho” (Breno Silveira, 2012), que retrata a relação cheia de idas e vindas entre Luiz Gonzaga, o “Rei do Baião”, e seu filho, o ícone da MPB Gonzaguinha.


No mês seguinte, em setembro, será a vez do filme “2 filhos de Francisco” (Breno Silveira, 2005), que narra a emocionante história de vida da dupla Zezé di Camargo & Luciano.


Em outubro quem ganha as telas do projeto é o documentário "Tropicália"(Marcelo Machado, 2012), que conta a história de um dos mais importantes movimentos musicais do Brasil na década de 1960.


O projeto tem continuidade, em novembro, com “Simonal – ninguém sabe o duro que eu dei” (Cláudio Manoel, Micael Langer, Calvito Leal, 2009), documentário sobre a impressionante trajetória de Wilson Simonal, e se encerra em dezembro com a exibição da cine-biografia “Tim Maia” (Mauro Lima, 2004).


Histórico do projeto

O Instituto produz pela primeira vez uma circulação cinematográfica, embora tenha colecionado em seu portfólio inúmeras ações que fomentam o pensamento sobre a música brasileira em diferentes veículos de comunicação. A maioria dos projetos do IMMuB integram mais de uma vertente artística – o  site, além de ser o maior catálogo online da discografia da MPB,  hospeda notícias, clipes, vídeo aulas e web programas com entrevistas exclusivas. Em 2016 realizamos no Oi Futuro o projeto Do Sulco ao Bit – Ciclo de música e debate sobre tradição, contrastes e avanços tecnológicos em torno do cenário musical. No final de 2017 produzimos nosso primeiro documentário musical, o filme "Orquestra Sinfônica Aprendiz" – que narra a trajetória de 10 anos do grupo.  Recentemente João Carino conduziu o “Encontro Entre Amigos” da Rádio MEC, reedição em parceria com a TV Brasil, o programa divulga a música popular brasileira e conta com participação da plateia e internautas fazendo perguntas.



SERVIÇO AGOSTO:
Exibições do filme “Gonzaga, de pai pra filho” (2012)
Sinopse: O longa-metragem escolhido para abrir o projeto narra a trajetória de Luiz Gonzaga e Gonzaguinha, pai e filho, respectivamente, que se encontram e se perdem muitas vezes até se conhecerem de verdade. A mesma música que os uniu e os consagrou também os distanciou.


Duração: 2h
Data: 17 de agosto de 2019
Horário: 18h30
Local: Museu de Arqueologia de Itaipu (Praça de Itaipu, s/n)
Entrada gratuita


Duração: 2h
Data: 18 de agosto de 2019
Horário: 17 horas
Local: Horto do Barreto (Rua Doutor Luiz Palmier, s/n)
Entrada gratuita


SERVIÇO SETEMBRO:
Exibições do filme “2 filhos de Francisco - A História de Zezé di Camargo & Luciano” (2005)
Sinopse: A história de Francisco, um homem muito simples e pobre, cujo sonho era ver seus filhos se tornarem estrelas da música country, e que fizeram todos os esforços para que isso acontecesse.


Duração: 110 min
Data: 21 de setembro de 2019
Horário: 18h30
Local: Museu de Arqueologia de Itaipu (Praça de Itaipu, s/n)
Entrada gratuita


Duração: 110 min
Data: 22 de setembro de 2019
Horário: 17 horas
Local: Horto do Barreto (Rua Doutor Luiz Palmier, s/n)
Entrada gratuita


SERVIÇO OUTUBRO:
Exibições do filme “Tropicália” (2012)
Sinopse: Tendo como pano de fundo a turbulenta atmosfera dos anos 1960, Tropicália é um documentário de longa metragem que explora o movimento artístico brasileiro conhecido como tropicália, e a luta que seus artistas tiveram para proteger seu direito de expressar livremente o pensamento revolucionário contra a música tradicional brasileira da época.


Duração: 87 min     
Data: 19 de outubro de 2019
Horário: 18h30
Local: Museu de Arqueologia de Itaipu (Praça de Itaipu, s/n)
Entrada gratuita


Duração: 87 min     
Data: 20 de outubro de 2019
Horário: 17 horas
Local: Horto do Barreto (Rua Doutor Luiz Palmier, s/n)
Entrada gratuita


SERVIÇO NOVEMBRO:
Exibições do filme “SIMONAL, ninguém sabe o duro que dei” (2009)
Sinopse: Um documentário sobre a vida, a carreira polêmica e o declínio de um dos maiores cantores e showmen brasileiros, Wilson Simonal.


Duração: 1h 26min 
Data: 16 de novembro de 2019
Horário: 19h30
Local: Museu de Arqueologia de Itaipu (Praça de Itaipu, s/n)
Entrada gratuita


Duração: 1h 26min 
Data: 17 de novembro de 2019
Horário: 19 horas
Local: Horto do Barreto (Rua Doutor Luiz Palmier, s/n)
Entrada gratuita


SERVIÇO DEZEMBRO:
Exibições do filme “Tim Maia” (2014)
Sinopse: Biografia do cantor brasileiro Tim Maia, desde sua infância no Rio de Janeiro até sua morte aos 55 anos, incluindo sua passagem pelos EUA, onde ele descobre um novo estilo de música e é preso por roubo e porte de drogas.


Duração: 2h 20min
Data: 14 de dezembro de 2019
Horário: 18h30
Local: Museu de Arqueologia de Itaipu (Praça de Itaipu, s/n)
Entrada gratuita


Duração: 2h 20min
Data: 15 de dezembro de 2019
Horário: 19 horas
Local: Horto do Barreto (Rua Doutor Luiz Palmier, s/n)
Entrada gratuita


Confirme sua presença no EVENTO

Comentários

Divulgue seu lançamento