'O Carnaval de Pixinguinha' com a Orquestra do Rancho Flor do Sereno na Casa do Choro
Com participações de Pedro Miranda, Pedro Paulo Malta, Nina Wirtti

sexta, 24 de janeiro de 2020

Compartilhar:

Ô abre alas, que “O Carnaval de Pixinguinha” inaugura a temporada de 2020 da Casa do Choro. As apresentações acontecem de 29 de janeiro à 20 de fevereiro, sempre às quartas e quintas, em temporada com o consagrado Rancho Carnavalesco Flor do Sereno e participações de Pedro Miranda, Pedro Paulo Malta, Nina Wirtti. Desta vez, os homenageados são: Elizeth Cardoso pelo seu centenário, Donga pelos seus 130 anos e Luís Americano pelos seus 120 anos!

Com direção musical de Paulo Aragão, a Orquestra do Rancho Flor do Sereno é formada por – Tomaz Retz (flauta e flautim), Rui Alvim e Rodrigo Milek (clarinete e sax alto), Pedro Paes (sax tenor), Juan Varela (trompete), Thiago Osório (bombardino), Fernando Zanetti (tuba), Luiz Flavio Alcofra (violão), Jayme Vignoli (cavaquinho), Marcus Thadeu, Magno Julio, Gabriel Leite e Oscar Bolão (percussão). O evento abre a temporada 2020 da Casa do Choro.


Sobre o Carnaval de Pixinguinha:
Tendo trabalhado intensamente na indústria fonográfica e no rádio, a partir da década de 30, Pixinguinha deu formato à sonoridade do samba e da marchinha de carnaval, trazendo para os estúdios de gravação sua experiência como diretor de ranchos carnavalescos – agremiações precursoras das escolas de samba. Em dezenas de arranjos para estrelas da música da época, como Francisco Alves, Mário Reis, Carmen Miranda ou Silvio Caldas, Pixinguinha desenvolveu uma assinatura inconfundível, trazendo a percussão dos morros para o centro da escuta, criando introduções e intermezzos que muitas vezes se tornavam mais famosas que os próprios temas, ilustrando musicalmente o que era cantado nas letras em uma coleção de sofisticados efeitos orquestrais.

O espetáculo, com direção musical de Paulo Aragão, revive arranjos originais de Pixinguinha - publicados em 2014 pelo Instituto Moreira Salles. No repertório, polcas, maxixes, tangos brasileiros, sambas e marchinhas de carnaval, que mostrarão como a verve de Pixinguinha segue viva e mais atual do que nunca em nossa música.


Sobre a Orquestra do Rancho Flor do Sereno:
O Rancho Carnavalesco Flor do Sereno foi fundado em abril de 2000, tendo como mentor o compositor Elton Medeiros e como diretores um grupo de músicos, artistas, jornalistas e professores interessados em reviver e renovar a tradição musical dos ranchos carnavalescos do início do século XX. Os ranchos foram riquíssimas agremiações musicais, precursores das escolas de samba, que tiveram como colaboradores compositores e músicos do porte de Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Anacleto de Medeiros, Bonfiglio de Oliveira, entre outros.

O Flor do Sereno lançou em 2007 seu CD, mesclando a rica e esquecida tradição de ranchos como o Ameno Resedá e o Flor de Abacate (os mais emblemáticos ranchos cariocas) a novas músicas compostas por alguns dos mais importantes compositores cariocas da atualidade, como Elton Medeiros, Cristóvão Bastos, Mauricio Carrilho, Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc.

Entre 2000 e 2013, o Flor do Sereno atuou ativamente no carnaval do Rio de Janeiro, com desfiles e shows. Desde o início, o rancho procurou não se limitar a fazer um mero resgate nostálgico do passado. A orquestra atraiu um imenso número de foliões, ocupando neste período um lugar de destaque no processo de retomada do carnaval de rua carioca. Desde 2017, ela se apresenta na Casa do Choro no “Carnaval de Pixinguinha”



SERVIÇO:
Show: O CARNAVAL DE PIXINGUINHA - Com Orquestra Rancho Flor do Sereno + Pedro Miranda, Pedro Paulo Malta e Nina Wirtti
Datas: 29 e 30 de janeiro, 5 e 6 de fevereiro, 12 e 13 de fevereiro e 19 e 20 de fevereiro 
Horário: às 19h
Local: Casa do Choro
Endereço: Rua da Carioca, 38 - Centro, Rio de Janeiro - RJ
Ingressos: R$ 50,00 (inteira) | R$ 25,00 (meia)
Ingressos online: www.ticketplanet.com.br
Bilheteria aberta 1h antes dos espetáculos (pagamentos apenas em dinheiro)
Telefone: (21) 2242-9947
Capacidade do Auditório Radamés Gnattali: 100 lugares
Classificação: Livre
Duração: 60 min
Acessibilidade: Acesso para portadores de necessidades especiais


Encaminhado por: Assessoria de Imprensa Casa do Choro
Fonte da imagem: Divulgação


Comentários

Divulgue seu lançamento