Música

Três álbuns de muitos sucessos do cantor Daniel disponíveis em plataformas digitais

segunda, 18 de maio de 2020

Compartilhar:

O volume III de Meu Reino Encantado, do cantor Daniel, ganhou as plataformas digitais. Os dois primeiros volumes, I e II, já estão disponíveis nas plataformas de streaming. Nesse terceiro lançamento, entre as faixas musicais, estarão sucessos como Mercedita, Desatino, Sertanejo de Coração e Pescador e Catireiro em parcerias celebradas com Perla, Rionegro & Solimões, Bruno & Marrone e Abel e Caim. “Esse projeto é muito particular porque eu idealizava fazer com o saudoso João Paulo. Sempre cantarolávamos esse tipo de música, pois são influências, desde infância, adolescência ouvindo em casa. Nos bastidores, em quarto de hotel, nós sempre catávamos uma viola para ensaiar essas músicas”, relembra Daniel.


O início de Meu Reino Encantado ocorreu em 2000, com o primeiro volume contando com 16 canções, com sucessos como Tocando em Frente, Avenida Boiadeira, Cuitelinho, em parcerias com Almir Sater, Rick e Renner e Pena Branca, além da faixa que dá nome ao álbum, que Daniel divide com o pai, José Camillo. “Tive a ideia de dar início ao projeto e convidar alguns cantores, pessoas que eu admirava muito. A primeira pessoa que queria que estivesse em meu projeto era o meu pai, que tanto pra mim quanto para o João Paulo, era nosso professor. Quando pedi que ele escolhesse uma canção, a escolha foi Meu Reino Encantado. O produtor na época, Manoel Nenzinho Pinto, sugeriu que o nome do álbum fosse esse também”, esclarece o cantor.

Na sequência, em 2003, o volume II foi uma homenagem a Tião Carreiro & Pardinho, em releituras de grandes sucessos gravados pela dupla. O resultado foi a sinergia já característica com o pai e também nomes como Gino e Geno (Paixão Dupla), João Mulato & Douradinho (Moradia), Rolando Boldrin (Cobra Venenosa), entre outras parcerias. Em 2005, o terceiro e último álbum é lançado com nomes como Bruno & Marrone e Moacyr Franco.

Motivo de orgulho e carinho, o cantor celebra o repertório dos álbuns, que contempla modas de viola ao estilo do campo e músicos que foram e são ídolos tanto no período da dupla quanto para Daniel. “Fui um dos últimos a gravar com Pardinho [da dupla Tião Carreiro & Pardinho], gravei também com Pena Branca [da dupla Pena Branca & Xavantinho]. Não imaginava que teria o prazer de fazer três projetos dessa forma, dividindo a parceria com todos eles, satisfazendo um desejo pessoal e comemorando.  A música raiz me fascina, porque tem uma veracidade muito grande e é atual em todos os aspectos”, emociona-se.

Encaminhado por: Warner Music Brasil
Foto: Divulgação

Comentários

Divulgue seu lançamento